16/02/2020

Asas feridas

Nada me faria imaginar que um dia...
Eu pediria minhas asas para voar
E um dia...
Um dia nasci com esperança de amar e afastar essa nostalgia
Mas as minhas forças para voar sediam
E aos poucos eu procurei em mim uma nova forma de lutar
Se bem que eu já poderia até dar voos e no ar sorria
E assim com outras plumas, outras que em mim surgiam
Eu imaginei um dia, voar bem alto e me encontrar contigo para sempre novamente
Pois o meu ser e o meu amor pediam
O tempo inteiro o meu corpo inteiro
Para te amar para sempre é me nutrir do nosso amor com alegria
E, então, com outras asas, novas asas, o nosso amor para sempre todos os dias

Nilson Ericeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário