30/09/2017

Feridas e cicatrizes

Tanta coisa pra te dizer,
tanta coisa pra me importar.
Mas já não sei se sou forte ou se apenas me faço passar.
É que já passei tantas coisas e sei que há feridas abertas que o tempo não foi capaz de sarar.
Mas eu sei que nunca me faltará ânimo para abraçar.
Eu sinto que sou igual o menino procurando os caminhos e sempre procurando acertar.
E, assim, seguirei pelas estradas até que as feridas que restam se tornem cicatrizes em forma de unção.
Que nenhuma vaidade me enlace a ponto de me afastar de Deus.
E quando me aproximar, não seja só por causa da estética.
Quero ser sempre os sons do meu coração.


Nilson de Jesus Sousa (Nilson Ericeira)

PENSAMENTO DO DIA: Eis que pessoas especiais nos fazem tão bem ao ponto de sentirmos a presença delas sempre em nossas vidas. (Nilson de Jesus Sousa – Nilson Ericeira)

PARA REFLEXÃO SE COUBER Uma das maiores virtudes dos homens é reconhecer que erra e fazer de tudo para não continuar as mesmas práticas, mas caso reconheça o erro e, ainda assim, continue com a mesma prática, é sinal de que a sua visão e percepção lhe condenam nas suas ações. (Nilson de Jesus Sousa – Nilson Ericeira)

MINHA IDENTIDADE



Em virtude de no meu registro de nascimento e todos os documentos não contarem o sobrenome Ericeira, passarei a assinar, subscrever e sobrescritar o meu nome da maneira que consta nos documentos de identificação, inclusive na inscrição da OAB, porém colocarei sempre ao lado o nome de fantasia como sendo: Nilson Ericeira. Isto quando não se constituírem documentos e sim produções ‘intelectuais’ e literárias.
O nome Nilson Ericeira constará apenas nas publicações na mídia e produções poéticas. Porém, nas publicações de documentos e ou postulações, será da forma dos documentos oficiais, ou seja, Nilson de Jesus Sousa.

Nilson de Jesus Sousa (Nilson Ericeira)

29/09/2017

PARA REFLEXÃO SE COUBER: Os amigos não são circunstanciais ou por conveniência, mas convictos da importância e da reciprocidade dessa relação tão evidente e carregada de bons sentimentos. (Nilson de Jesus Sousa - Nilson Ericeira)

PENSAMENTO DO DIA: Não se descuidar dos filhos sempre ensinando os caminhos do bem e da justiça conduz à uma formação humana e cristã. Isto nos traz um conforto especial e uma harmonia que nos torna pessoas felizes. (Nilson Ericeira)

O Brasil vive uma crise política e de valores



O Brasil vive numa crise que não sabemos se está no começo meio ou fim. Há mais ou menos quatro anos, instalou-se no Brasil a crise política mais danosa da República.
Espero que esta a crise não coloque de volta o povo brasileiro numa situação mais traumática. Já vivemos crises semelhantes, com a diferença de que não tínhamos liberdade. Agora, assim como antes, envergonhamo-nos de uma parte dos gestores públicos. Dessa forma, o que os pilantras da Nação fazem, têm afetado a nossa estima e tomara não anule o nosso patriotismo. Pois todos os dias somos invadidos com noticiários bombásticos de uma corrupção sem freios e desmedida. Nisto o cinismo e falta de vergonha tem imperado: desculpa e retóricas é a tônica.
Às vezes penso que não temos saídas! Mas há, pois a maior parte desses políticos têm procurações carimbadas pela ordem democrática e voltarão a nos pedir autorizações. Aceitá-los nas próximas eleições é a evidência clara de falta de amor próprio e hipocrisia de nossa parte. Nem mesmo que essa depuração seja feita aos pouco e na medida do tempo histórico.
O Brasil está metido na mais danosa crise política, ética, econômica, social, moral e de valores. Uma puxa a outra ou estão imbricadas. Esta situação certamente foi construída com muita estética e mentira em que tudo que vemos agora, representa apenas um fragmento de uma realidade muito mais cancerígena.
Caberia perguntar, quantos pobres e miseráveis foram colocados nessa condução por lhe roubarem a cidadania em valores e espécies?  Quantas vidas não se apartaram nos hospitais? Quantas pessoas não tiveram a educação negada?
Essas e outras perguntas nos fazemos todos os dias e cada vez mais o desalento toma conta de nossa Pátria Brasil!  

Justiça seja feita, as principais vias da Cidade Operária estão sendo beneficias, mas ainda há muito a ser feito



Algumas das principais vias da Cidade Operária (o conjunto) estão recebendo camada asfáltica, mas tenho a nítida impressão que outras não vão ser beneficiadas.
As avenidas que foram asfaltadas e em que colocaram faixas ficaram muito boas, porém é preciso que o Poder Público Municipal limpe as ciclovias, pois o mato e lixo impedem literalmente que os pedestres usem essa via especial.
Outro aspecto literalmente esquecido, ou melhor, totalmente abandonadas são as duas avenidas que contornam a Feira da Cidade Operária: buracos que viraram crateras, lixo podre e esgoto...
Aliás, não é de hoje que as vias que convergem para o Hospital Socorrão II estão quase intrafegáveis, Já denunciei aqui nesta mídia. Ali há um descaso constituído, uma falta de respeito.
O Poder Municipal precisa colocar asfalto nas vias, mas precisa antes de qualquer medida, recuperar as vias de pedestre, faixas contínuas com lombadas eletrônicas, limpar praças e outros logradouros públicos. Aliás, é um verdadeiro deus-nos-acuda para que um pedestre atravesse uma das grandes avenidas da Cidade Operária. Há uma total omissão nesse sentido e desrespeito dos condutores. Mas onde não se tem ordem, vai-se obedecer a quem?
Por mais que tenhamos de reconhecer que alguma coisa já foi feita, é pouco e não vai dar tempo. Pois estamos praticamente em outubro e o inverno não espera. E aí as desculpas nós já sabemos.

27/09/2017

MOMENTOS ESPECIAIS III


MOMENTOS ESPECIAIS II

O poeta, jornalista, professor, psicopedagogo e advogado Nilson de Jesus Sousa (Nilson Ericeira), ladeado pelo prefeito de Arari, Djalma Melo, e da primeira-dama Graça Melo.

MOMENTOS ESPECIAIS OAB-MA I


PARA REFLEXÃO SE COUBER: Todos temos o direito de pensar e agir diferente, mas não nos leva a nada ficarmos o tempo todo gerando desarmonia entre as pessoas. E o resultado desta forma de agir geralmente gera solidão e frustração. (Nilson Ericeira)

PENSAMENTO DO DIA: Devemos sempre manter e conservar boas relações e considerar todas as pessoas independente do contexto social que pertençam. Isso nos proporcionará amigos valiosos em cujo amor nos sustentam para sempre. (Nilson Ericeira)

Petição de louvor e agradecimento a Deus e a todos



Neste dia 27 de setembro de 2017, aconteceu a solenidade de minha inscrição na Ordem dos Advogados do Maranhão (OAB-MA). 
Um dos momentos mais emocionantes da minha vida, pois agora sim sou advogado cujo número da minha inscrição é 18025-OAB-MA. Aproveito para agradecer a Deus e a todos que de alguma forma contribuíram com esta conquista tão significante.
Quero agradecer a meu pai que um dia me pedira para ser advogado e que agora Deus me fez presenteá-lo, e a minha mãe cujo amor transpira bondade, resignação e humanidade. Aqui algo devora meu peito com uma sensação de emoção incontrolável. Pois se meus olhos marejam é porque meu coração transborda. E foram vocês que me formaram assim.
A meus colegas da várias turmas que frequentei e aos meus eternos professores que me apontaram caminhos. Pois em cada uma dessas turmas sempre encontrei alguns ou alguém com as mãos estendidas para me ajudar, a exemplo de meu colega e sócio, doutor Hildegard, cuja consideração será por toda a minha vida.  Obrigado meu caro!
A minha esposa e filho, que sofrem com a minha ausência física, mas que já fizeram desses momentos anexos ou extensões de suas vidas, ou melhor, das nossas vidas.
Mas podem ficar certos que estarei sempre a serviço dos que mais precisam fazendo deste título um instrumento em busca de justiça, liberdade e igualdade.




26/09/2017

Cumplicidade poética



Nesta vida contei, recitei, declamei, compus e amei...
E se outra eu tiver, quero contar, recitar, declamar,
compor e amar novamente.
E tudo que em mim contiver e até esperar.
Buscar àquelas sementes que eu me propus.
Mas se eu tiver eu acho que vou chorar.
Se eu tiver que te amar,
vou te amar por toda a minha vida.
Mas se não eu não tiver amor, eu farei,
traduzirei e assim me embolarei em palavras.
Versos prometidos com selinhos de essências.
Essências desse meu coração.
E pintarei em meu ser com tela e poesia.
Pois é essa a minha alegria: ter esse amor.
E se eu não chorar e tiver que guardar dentro mim.
Ah esse amor!
De amor me sufocarei até que àquela flor torne a brotar.
Se eu não tiver, buscarei onde for.
Mesmo que seja em mim, entre canteiros de flores e jasmins.
Pois és a mais bela daquelas que eu plantei.
Pois és a única que mora no meu coração.
Que seja de noite ou dia, pois és os melhores dias de mim.
Eu quero sempre ter essa alegria de te amar.
E esperando que caiam as gotas e orvalho dessa sublimação.
E se tiver eternamente esse amor no meu coração!
Ah, que linda a canção, é esse verso de exclamação.
É o silêncio, a voz e o grito, é a interlocução.
Por tudo isso é que vou guardar esse amor como se fora unção

Nilson Ericeira