02/06/2017

O que devemos fazer diante da crise?



Continuar conservando, preservando e levando nossos valores por toda a vida. Pois a crise que se apresenta hoje, embora deixe consequência por toda vida, mas não será para sempre. Por isso que devemos acreditar na democracia, pois nos dá oportunidades de mudanças.
Não podemos nos abster de participar ativamente da vida social de nosso município, de nosso estado, de nosso país. É certo que sentimos o choque da falta de governança, de gestão, de princípios e, principalmente de vergonha. Mas o nosso alento é que as coisas, assim como a rotatividade das pessoas com assento nos lugares que nós colocamos mudam com o tempo.
Geralmente temos pessoas que nos houve, atendem e até seguem pelos caminhos que nós lhes apontamos. Não é possível que estas pessoas nos vejam não condição de vencidos, debilitados ou mesmo enfraquecidos, assim, não teremos condições de animá-los aos embates que se apresentam.
Pois a boa política não é a que comumente vemos: das traíras, dos enganadores, falsos e marginais, mas a política do bem comum. É preciso acreditar e fazer a nossa parte na hora oportuna e assim sim estaremos encaminhando pessoas a um porto seguro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário