18/06/2017

O amor no ser poesia



Um sentimento bate no meu peito como quem quer se ajeitar.
É um sentimento de quem quer amar.
Ah quem me dera ser um ser perfeito e sempre me renovar.
E me abastecer do que mais preciso,
no jeito desse amor.
Ser fonte, ser ilha, ser o caminho e me abastecer nesse ninho
quando eu chegar.
Sentimento de ser mais que perfeito, ser o futuro e o pretérito.
Ser o tempo presente só para te amar.
E com isso me apresentar.
E abstrair desse riso o que tanto me dizes.
Que me faz feliz!
Ser um aprendiz do que tiver em mim e sempre aprender.
Mas só no amor te escutar.
Ah mas quem me dera ser a poesia,
Amor, a alegria de te conquistar.
E viver dessa fonte, pois bem defronte uma voz me chamar.
É esse o encanto e a minha alegria de amar.

Compadre Robrielle

Nenhum comentário:

Postar um comentário