28/06/2017

Hospedeiro ou vetor.

O vírus que eu vi é o mesmo que rir, que abraça e se diverte com tua
desgraça. Talvez você até conheça, mas de tão dissimulado, passa por imperceptível.
Vírus falante, galante e articulado.
É político! E o mesmo que te arreganha os dentes, mas não perde a hora para te infectar. É microorganismo nas suas habilidades para proliferar doenças, quase invisível, mas um monstro nas maldades.
Age igual ave de rapina, de olfato insensível, já não sente seu próprio odor.
Esse vírus infecta, mas você jura que é sociável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário