29/03/2017

Redesenho

Redesenhei meu ser, fiz-me completamente diferente.
Vi-me em traços de desenhos meus.
Um ser mutante e em metamorfose ambulante.
De página a página me encontrei em caminhos de traços meus.
Estive nefelibata quando infeliz eu te procurava.
E logo percebi que alguns traços não me comporiam.l
Talvez melhor me fosse levar a vida em fantasia.
E assim me redesenhei do alto e mesmo assim não me cabia.
E de meus traços parcos com intenções intelectuais, uma agonia.
E olha que nem me redesenhei no meu interior.
Pois de lá umas maresias: neurônios excitados.
De certo um tanto parados.
Mas assim que eu der vida a traços meus, quem sabe, até me redesenhariam.


Compadre Robrielle

Nenhum comentário:

Postar um comentário