27/03/2017

Recomposição



Essa junção em partes são histórias de minha vida
Feridas que a vida fez!
Cicatrizes que não passaram
mas que não fez cessar amor
Podem ser decomposições de que nem mesmo eu sei
Inquietações, estações em mim...
Inquietudes e virtudes...
O que eu sei é que umas eu não sei contar
e outras são histórias de amar
Mas dessas coisas é que junto os pedacinhos de mim pra te oferecer
E fazer nascer o que é chama em mim
De um pedacinho do que passei eu me transformei
Pra sempre ser melhor,
centelha de esperança no meu coração
Amor e fogo ardente do meu coração
É o meu ser em recomposição
E distribuir sementes da multiplicação
E se eu novamente me recompor sempre vou te dá amor
Seja onde for eu vou distribuir as sementes do meu coração
E por tudo que passei eu posso te garantir que hoje eu sou bem melhor
Juntei-me do nada e me fiz pra te fazer feliz
E não me permito escapar o que sinto no meu coração,
pois eu sei que é amor em forma de unção
E nesse fragmento, me reinvento com tudo que fiz
Te darei o céu dos meus encantos e, mesmo com feridas,
retomarei a minha sina de amar.

Compadre Robrielle




Nenhum comentário:

Postar um comentário