09/03/2017

Ego regresso II



Eu não tenho tido tempo e às vezes me vejo em solidão.
Não tenho tempo para abraçar o amigo,
parar um pouco, prestar atenção.
Espere um pouco!
Não posso.
Pois não tenho tempo.
O tempo não me é suficiente.
Me desculpe, mas não tenho tempo.
Preciso acompanhar os outros sem-tempo.
Necessito correr atrás do tempo!
Nesta frenética vida, busco a solidão.
Sobrevivo sem tempo mesmo para mim.
Já pensou se não tiver mais tempo para nada.
O que será?
As flores não serão e se esconderão para um dia qualquer.
O Sol não mais iluminará, pois precisa guardar-se depois do tempo.
O céu não terá clarão, pois se fechará em nós por falta de tempo.
Nossos corações serão sentenciados e apenados pela pressa.
Se esse tempo passar eu morrerei antes de meu corpo.
Não serei ninguém e nem terei tempo de me arrepender.
Serei injusto.
Pois então, me espere que eu te espero.
Quero te abraçar, pois não sou sujeito desse tempo de ego regresso.
E assim, eu vou sem economizar o tempo de que disponho.
Ansioso  pra que ele não passe antes que eu diga: te amo!

Compadre Robrielle



Nenhum comentário:

Postar um comentário