06/01/2017

O valor da família nas relações sociais



A família é a viga-mestra da sociedade e por isso não pode se estruturar em vigas podres. É preciso resgatar valores e costumes da família para que possamos ter uma sociedade mais humana e fraterna.
Cabe a nós, ditos os mais velhos, instruirmos nossos familiares a se comportarem como cidadãos de bem. É na família que há grande fluxo de valores e aprendizados cotidianos.  É fundamental que estabeleçamos uma relação de respeito no interior da família, pois se refletirá em toda a sociedade.
Nesse contexto de relações primeiras, temos a oportunidade de nos formar sarados e preparados para a vida. É a primeira instância social, embora não seja a única, que damos nossos primeiros passos e aprendizagem e os primeiros sinais de comunicabilidade. É na casa dos pais, dos parentes mais próximos que começamos a forjar nossos valores e dispará-los.
Filho que ganha asas antes do tempo de maturação e orientação dos pais pode se dá mal na vida. Há que se assimilar conceitos e posturas oriundos de nossos parentes. Há os que se perdem mesmo antes de partirem, pois o orgulho lhes coloca asas, mas não lhe dá a garantia de valores.  Com isso, caso houvesse harmonia em muitos lares, conseguíamos formar pessoas   preparadas e, ainda, inibiríamos uma das piores chagas sociais que é a violência.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário