08/11/2015

Auto psicografia


É tão difícil esta rotina, mas acho que ainda vou me encontrar.
E pode ser dentro de mim ou num ser doutro lugar.
E nessa vida que levar eu ainda ei de te encontrar.
Mesmo que seja dentro de mim ou vagando pelo ar.
Um pedacinho de mim como sinal pra te achar.
Pois nasci hoje no coração e tenho sementes pra plantar.
Sementinhas de amor esperando maturação.
Todas elas na incubadora dentro do meu coração.
Mas há uma existência aflita nesses dias que passo por aqui.
Vou passar a passeio no teu rumo, a razão do meu viver.
Mas tantos dias já passaram e eu ainda me procuro.
Tanto tempo já passou e não posso esconder.
Faço o que for possível para outro dia te ver nascer.
Naquela flor, no céu, no sol ou no infinito...
E em tudo que tiver na natureza de mais bonito.
Agora eu já sei a fórmula: congelar o tempo quando estiveres aqui.
Quero ir o teu encontro receber minha unção.
Viver de amor e de alegria e te dá meu coração.
Pois nesta vida eu já passei de tudo.
Mas aqui é meu lugar.
Venha me receber de onde sair, pois os meu braços têm sede de abraçar.
O que sei na minha vida, foram outros que me ensinaram.
Agora eu sinto sede, vou beber na fonte amizade.
Quero sempre igual a um passarinho sem hora pra chegar.
Eu duvido que não tenhas neste mundo um lugar especial.
Para fazermos nosso ninho e ali poder pousar.


Nilson Ericeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário