29/09/2015

Pai?



Todos os dias penso em ti.
A vida me ensinou a te amar.
Me desde a vida e ensinaste a amar.
Olha meu pai,
não foram poucos os caminhos.
Por tantos caminhos!
Pai tu és mais que um companheiro.
Muito mais que um amigo.
Pai tu és o meu abrigo, porto seguro e tudo.
E se hoje a minha alegria é triste...
E no fundo o meu eu às vezes desiste.
Não é por falta de amor.
Eu sei que tu não lembras mais,
Mas tuas mãos me deram para o mundo.
Pois é, eu cair no mundo.
Passei por muitas coisas, estive em meio a tempestades,
mas sempre com meu olhar em vocês.
Não perdi o foco dos teus ensinamentos.
Hoje meu pai eu posso te dizer.
Que sempre sinto as tuas mãos nas minhas.
Sinto a tua sombra e o teu calor.
Olha pai,
ontem eu me olhei no espelho.
Mas no espelho do nosso amor!
Vi-me igualzinho a ti.
Enxerguei-me menino, valente.
Refletiu teu ser em mim!
Pai tu és a minha essência escrita, decodificada,
atino e caminhos...
Assim eu posso te dizer.
Assim eu posso silenciar e soluçar.
Assim eu resisto o sofrer.
Mas devo repeti: eu te amo.

Robrielle

PENSAMENTO DO DIA: “Deus nos ensina a amar o nosso próximo, mas quando agimos com desonestidade estamos contrariando a voz do nosso Pai e patrocinando injustiças.”(Nilson Ericeira)

28/09/2015

Um Rio ungido de amor...


Mas se esse Rio me domasse e me levasse.
A quem eu desejasse e se eu pudesse.
Água abaixo e água acima...
Descendo em mim correntezas, maresias, enfim.
Éguas meu!
Eu estaria a descer na águas do Mearim.
Meara no meu coração, que eu até me alagaria.
Mas se esse Rio me trouxesse quem me prometera.
Talvez eu quisesse descer e subir o Rio cantando canções de amor.
Mas esse Rio não é só meu, e teu, meu, é nossa fonte de vida.
O Rio desce, a água aparece, o dia vem, a noite anoitece.
Eu no ocaso esperando você chegar aqui neste lugar e me abraçar.
Outra vez no balanço, banzeiro das marés.
Mas como é que é, eu agora já sinto muriçoca em marés de pororoca.
Mas ante que me despeça eu te peço, me dá esse Rio, me dá alegria.
Que te devolvo o remanso, a maresia e a pororoca e até muriçoca pra levar o sangue nas veias do meu amor.
Vai por Rio à fora que eu fico com o Rio aqui dentro do meu coração.
Fazendo do meu peito tua morada, a nossa estação.
Vai e leva contigo a cantiga, a anedota que eu vou dizer pra dona Biloca que vi maresias em mim.
E quando eu te vi fui logo te abraçar.
Acho encontrei um Rio dentro de mim cheinho de amor, vazando água do convés à prôa inteirinha para em ti derramar meu amor.
Éguas meu, é só pra te amar!


Robrielle

ARARI PARTICIPA DE SEMINÁRIO SOBREO PNAIC - 2015



Arari presente também no Seminário Inicial do PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade certa.
As coordenadoras, supervisoras e professoras da Rede Municipal de Educação de Arari participaram, de 24 a 26 de setembro, no Hotel Santa Luzia, em São Luís, do Semanário Inicial do PNAIC 2015.
Momento em que foram discutidas e aprofundadas temáticas relevantes tais como: Curriculum, Ciclo de Alfabetização, Avaliação, Educação Inclusiva e Direitos à Aprendizagem.
Vale ressaltar que o município de Arari, bem como desde o começo da atual gestão, faz-se presente por entender necessário para a Educação Municipal, que as reflexões e aprendizagens podem contribuir para a mudando cenário educacional.
Destaca-se que o Município de Arari aderiu ao presente Programa e já colhe os resultados satisfatórios, tendo em vista o envolvimento dos professores da Rede de Ensino Municipal, dos supervisores, gestores e coordenadores que contam com o apoio do prefeito Djalma Melo com a finalidade de melhorar os indicadores educacionais de Arari.
O investimento nesse Programa é de cunho federal, mas a logística de locomoção, materiais para os encontros locais, formações e pequenas demandas é de responsabilidade do município, prática que Arari vem arcando com eficácia.

ARARI PRESENTE NA “III SEMANA DE REFLEXÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA”



Acontece de 28 de setembro a 02 de outubro, em São Luís, a III SEMANA DE REFLEXÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA: Refletindo e Agindo Na era da Inclusão
 A Secretaria Municipal de educação de Arari (Semed) está sendo representada neste evento pelo professor Marcelo Sousa Santana (Sec. Adjunto de Educação) que se une a secretários de educação, secretários adjuntos e técnicos da área de Educação Especial de todo o Estado do Maranhão.
A secretária de Educação do Estado, professora Áurea Prazeres fez parte da mesa e falou sobre a educação do Maranhão incluindo o Programa Escola Digna que, entre seus objetivos, tem o de erradicar as escolas de taipa substituindo por escolas de boa qualidade.
Trata-se de uma realização da Seduc por meio da Supervisão de Educação Especial (SUEESP). Entre outras ações acontece também o seminário, “Inclusão: que desafio é este para o ensino?”

A conquista é de todos os dias, temos que ser perseverantes na luta, quando a vitória acontece nos sentimos regozijados e reconhecidos. Mas há os que preferem esperar cair do céu, agindo igual os tolos agem. (Nilson Ericeira)

27/09/2015

ENCERRA HOJE O “38 FESTIVAL DA MELANCIA “, EM ARARI


Teve início na sexta-feira, dia 25 e termina hoje 27, o 38° Festival da Melancia em Arari. Trata-se de uma das mais tradicionais festas do Maranhão.
Muitas atrações tomam contam da cidade nos três dias festas, Turistas de muitos lugares do Brasil frequentam Arari nesse período. Bandas dão o tom do Parque do Folclore, local central da Festa. Iguarias, comidas típicas e melancias espalhadas pela cidade dizem o que é a festa. Muitas pessoas aproveitam para faturar colocando barracas em torno do Parque e além dele.
Feira de arte em Arari - Uma das inovações deste ano foi sem dúvida a Feira de Arte Gal Santos.  A Feira teve a sua segunda apresentação desde a sua recente fundação por artistas locais. Lá você pode encontrar produtos locais, artesanais, poesia, livros de autores arariense, quadros, porcelana, artigos de barro e outros.
Além disso, há comidas típicas como mingau de milho, bolos, manuês, churrasquinhos, pipoca e outros.
Além e ser um ponto em que o artista expõe a sua arte é também um local de comercialização de produtos.  Um cenário diferente se forma a partir daí, pois é comum ver-se os artistas locais se encontrando e trocando experiências a respeito de suas produções.
O Festival da Melancia é uma realização da Prefeitura de Arari. Por meio das Secretarias de Cultura e de Produção, mas tem a participação de outras secretaria da Gestão Municipal.
Nesse ínterim, há a escolha da Rainha da Melancia, momento em que as alunas das escolas de Arari, desfilam exibindo o garbo e a beleza da mulher arariense. Esta ação é realizada já alguns anos pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).
A secretaria de Produção participa ativamente de todas as etapas que envolvem o plantio, o preparo do solo, a interação com agricultores, a distribuição de sementes e outras atividades até o ponto máximo que é a exibição com prêmios para a melancia mais pesada, a maior melancia, a mais doce, etc.
Este ano, em virtude da ausência de chuvas, e pela intensa venda de melancias para outros município, poucas pessoas optaram por vender o produto na Feira. A produção antecipou-se ao mês de setembro por causa da mudança climática. Mesmo assim, nos meses de junho, julho e agosto o produto foi exportado para outros municípios e mesmo consumido em Arari.