31/07/2015

SENADORES DO MARANHÃO: CERTAMENTE DISCUTINDO AÇÕES PARA O MARANHÃO

Edson Lobão e Roberto Rocha

Essencial



As flores têm essência.
Certamente receberam a essência de ti.
Desabrocham, tem teu riso, teu olhar, tua vida!
Certamente nascem mais de uma vez, igual você em meu coração.
Com um riso que transpira.
Com um jeito tão simples e abrasador.
Com olhar de amor.
Um olhar demais!
De quem quer amar.  
Certamente viverá seu ciclo de amor.
Se excitará com o toque do orvalho.
Se arrumará para se aquecer no sol.
Ou se aconchegará em braços meus...

Robrielle

Amor, luz ou unção



Se o hoje o sol ainda nascesse em mim, te pediria um pouco de luz, uma unção talvez.
Mas ele ofuscou meu ser e me fez partido, partido no coração.
Fechei-me em lágrimas secas e quase mortas de tão frias e estéreis.
Mas ainda há tempo de pegar o último raio que sai pela minhas janelas.
Aí quem sabe poderei colorir meu ser com a luz desse amor tão ativante.
E não me fechar no escuro de mim, sem a claridade do riso mais intenso.
Que igual ao sol que me permitir penetrar invadiu meu ser.
Eu sei que meus sois oscilam em luz, opacidade e claridade.
Mas meu ser festeja a luz que me faz melhor a cada instante.
Alimento do alento da luz que faz ascender em chamas de amor.
Mesmo que espere uma única e última flor sair.
Mesmo que insista e ver o orvalho tocar.
E aquela lágrima que fiz que não vi, eu teus apelos que fingir não escutar. 

Robrielle

A prática da gestão planejada na educação e a deformação da informação

Quando nos dispomos a contribuir com a educação, antes de qualquer coisa devemos planejar as nossas ações, imagino que isto não seja somente na Política de educação que desejamos empreender. Sempre reclamo e continuarei reclamando dos que fazem reuniões que denominam de empíricas, tiradas da melhor ideia do momento e posta em prática. Na minha modéstia opinião, não podemos parir ideias milagrosas. Não se acha a melhor ideia no côfo ou na prateleira, mas sempre é fruto de uma organização mental e posta a discussão. Mas quem sabe eu possa me enganar pensando assim.
Não costumo ser ingrato, não serei jamais. Reconheço as pessoas me acolhem, a elas nenhuma crítica, muito pelo contrário, desejo a felicidade delas, mas há os que por falta de interpretação – por falta de conteúdo – ou mesmo por má intenção, interpretam da forma que lhes convém. Não volto atrás do que penso, do que falei e do que falo, mas não sou daqueles que não sabe perdoar e que tem dificuldade de aceitar o erro, ou melhor, os erros. Sou falível igual aos que apressadamente insistem em desagregar boas amizades. Lembrei-me da seguinte frase: atire a primeira pedra quem não erra?
Eu tenho meu jeito de ser, às vezes insistente na verdade e inarredável no trabalho. Conheço as pessoas na convivência e logo sei do que muitos são capazes. Isto para o bem ou para o mal. Pois nem tudo que parece é! Não me declaro para qualquer um só com o intuito de satisfazê-lo, apenas agradá-lo naquele momento, mas o faço com o coração, quando escuto a minha própria voz, raras vezes me engano!
Quem pretende crescer usando de subterfúgios nada conquistará que lhe der prazer, pois sempre se enxergará um ser negativo. Uma pessoa que serve de escada para os outros, que usa sua boca para persuadir para a desagregação, sinceramente não merece hospedagem em nossos ouvidos e nos outros sentidos. Tenho pena dos que não crescem por pura opção de vida. Querem, sentem-se bem em rastejar e em rastejando não podem mais ser comparados a gente.
Na educação, eu imagino que podemos contribuir de diversas maneiras, menos aqueles que se sentem bem patrocinando o mal. Pois isto já é patologia, aí cabe tratamento e eu não sou especialista em tratar câncer de identidade.



PROVA ARARI EM ANÁLISE




A banca formada por coordenadores e supervisores da Educação de Arari em análise das provas do Provinha Arari, aplicada no Sistema da Rede de Ensino Municipal de Arari.

A próxima etapa é a divulgação dos resultados. Ressalta-se que a Prova Arari entre outros fatores norteará ações pedagógicas no âmbito da Rede de Ensino.

Nesta segunda edição, a prova contou com a colaboração dos coordenadores do Programa Mais Educação além dos professores da referida Rede.