31/05/2013

Acordo assegura Estatuto do Educador e outras conquistas



Diretores do Sinproesemma reunidos com o secretário Fábio Gondim durante ato de formalização de acordo sobre Estatuto do Educador
“É a consolidação da vitória da luta dos trabalhadores”, assim definiu o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (SINPROESEMMA), Júlio Pinheiro, após a assinatura do acordo com o governo do Estado que vai garantir vários direitos não efetivados há anos e ainda a aprovação do Estatuto do Educador. A cerimônia solene ocorreu na manhã desta quarta-feira (dia 29), no auditório da Secretaria de Gestão e Previdência, no Calhau, e contou com a presença do secretário titular da pasta, Fábio Gondim.
A elaboração do Estatuto do Educador começou em 2009 e foi feita com a participação de diretores do SINPROESEMMA, técnicos do governo e da categoria, que participou de reuniões, seminários e assembleias, para discutir o texto e propor alterações. Dentre as novidades que o Estatuto traz está a possibilidade de os novos concursos públicos oferecerem jornada de 40 horas semanais, assegurando a proporcionalidade das remunerações. Também foram criadas as gratificações de Difícil Acesso (15%), Área de Risco (40%), Educação Especial (30%) e Dedicação Exclusiva (25%). As eleições para diretor de escola, outra reivindicação histórica da categoria, também estão garantidas no Estatuto do Educador.
A direção do SINPROESEMMA também se preocupou em garantir o planejamento escolar, conforme a Lei do Piso. No início das negociações, os técnicos do governo queriam restringir este mecanismo ao ambiente escolar, mas a direção se posicionou contra e garantiu no texto a possibilidade do educador planejar suas atividades fora do ambiente escolar. Além disso, com a aprovação do Estatuto, o reajuste anual do piso será concedido a todos os trabalhadores. 
Outra conquista inédita foi a criação da carreira de funcionário de escola que será contemplada por meio de duas leis que serão enviadas pelo Poder Executivo à Assembleia Legislativa. De acordo com o secretário de funcionários do SINPROESEMMA, Carlos Mafra, a primeira legislação cria a carreira dos funcionários no subgrupo da educação e a segunda garante a gratificação de 30% aos educadores que fizeram o Pró-funcionário.
Recomposição salarial
Segundo o acordo, todas as promoções e titulações pendentes dos trabalhadores serão pagas no mês agosto deste ano e devem vir acompanhadas também do reajuste de 7,79% e 4%, retroativos a janeiro. As progressões serão pagas em três anos, sendo a primeira parte em janeiro de 2014, seguida pela segunda, em janeiro de 2015, e a última em janeiro de 2016. O critério será o tempo de serviço na rede, ou seja, os educadores que estão nas últimas referências das suas respectivas classes serão os primeiros.
Com a assinatura do acordo, a direção do SINPROESEMMA informa que a partir da próxima segunda-feira (dia 3), os trabalhadores em Educação que estavam em greve devem voltar às salas de aula. Ainda de acordo com o Fábio Gondim, o Estatuto do Educador e as duas leis dos Funcionários de Escola vão ser encaminhadas na próxima segunda-feira, para a Assembleia Legislativa do Maranhão


Fonte: site Simproesemma
Publicado em 29/mai/2013

Acordo sobre Estatuto do Educador é assinado e greve geral termina. Matéria no site do Simproesemma.

Acordo assinado assegurando vários direitos aos educadores

VITÓRIA DA GREVE DOS EDUCADORES - Assinados no final da manhã desta quarta-feira, 29, os acordos que garantem direitos aos trabalhadores da rede estadual de educação. Com autorização oficial da governadora Roseana Sarney, os acordos foram assinados pelo secretário de Estado de Gestão e Previdência, Fábio Gondim, e pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), Júlio Pinheiro. Na segunda-feira, 3, será feita a entrega solene da proposta do Estatuto do Educador para a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Daqui a pouco, matéria completa no site e no face do Sinproesemma.
 FONTE: SITE SIMPROESEMMA.

A FAMÍLIA, A ESCOLA, A RELIGIÃO: INSTÂNCIAS DO BEM



Considero algumas instituições como verdadeiras âncoras para a preservação, disseminação e execução de valores. O mundo é na realidade um grande paradoxo, antagonismo de valores e o contrário disto, contra valores. Vivemos entre o bem e o mal e é nosso dever até por perspicácia não nos permitirmos à sobre pujança do mal.

A família na sua constituição secular deverá ser conservadora, não a do atraso, mas no sentido de repetir e incutir respeito a seus pares: pai e mãe que incutem valores e por isso e través disso, devem e merecem ser respeitados. Os filhos iguais a súditos, respeitam, absorvem... Caminham, seguem em busca da felicidade: real sentido da sociedade. Os pais sempre dizem muitos nãos, caso contrário perderão seus filhos. Perder os filhos para o mundo é a única coisa que os pais não aceitam. Não há dor maior que ver e ter o filho nas mãos de tiranos e insensíveis, responsáveis pelo comércio maléfico do tráfico e da violência como um todo.

Não podemos nos permitir perder para a violência. Para isso, a escola, a família e a religião devem exercer um papel importante, não de salvadoras, mas de redentoras... Nossos valores não podem se perder no tempo, pois o que é engraçado hoje pode em pouco tempo desgraçar famílias, destituir gerações.

Não quero dizer com isto que encontramos a salvação nestas instituições, pois a nossa salvação, sabemos que reside num plano maior.

Outra instituição não menos importante é sem dúvida a religião. E falando disso, deixo claro que não entendo delas, mas reconheço seu papel importante na agregação de pessoas, assimilação de valores, contrições... Deixando claro também a extrema dificuldade de compreendê-las em muitos aspectos. Dessa forma, sei que, a família não salva, mas entendo que aquela apenas aponta o caminho. Alguém me falou exaustivamente dos “Aparelhos Ideológicos de Estado” e ainda fala ao mundo, deles.  Isto não é do novo assim, mas ao mesmo tempo bem atual.

É de notório saber da sociedade que encaminha desde tempos bem pueris, seus filhos a instâncias do bem. A escola é uma das instâncias em que se forja a educação, porém há de se considerar que esse não é o seu único papel, mas o de transformar homens, por mais púberes que estejam, em sarados para o convívio com os outros. Aprender!  Eis o desafio permanente em nossas vidas. Aprendizes estamos sempre descobrindo caminhos e, com isso nos descobrindo mundos. Aprender a fazer, aprender a ser, aprender a conviver e aprender a amar. Não, não é uma receita, mas uma prática de permissão que pode dar certo.

Reservo-me no direito de não sentir rogado por nada do que pratico e muito menos da forma que ajo. Mas sou um aprendiz da vida e dessa forma tento repassar aos que tecem a sociedade, transformando-a para melhor, impressões e experiências de vida. Repito que esta é apenas uma pequena impressão de observações dos sentidos, cabendo críticas discordantes ou não. E se eu não me sinto pronto em nada, muito menos o meu texto.

Nilson de Jesus Sousa (Nilson Ericeira)

Poeta, jornalista, professor, psicopedagogo, estudante de Direito e atual Secretário de Educação de Arari

30/05/2013

Miragem de amar




Um dia desse eu vi você!
Até o vento que te tocava parecia contemplar-te.
Unia-se às tuas curvas ao riso do teu vestido.
Ele fazia curvas nas curvas tuas.
E andava como se fosse a única a ser contemplada por todos.
O sol irradiava de teus cabelos, a luz que só eu vi irradiava a partir deles.
E nessa rua imaginária todos te referenciavam.
Paraste o tempo em mim.
Fiquei para ver a última cena: você passar em mim,
Fazer avenidas.
E os pássaros demonstraram em orquestra a tua chegada.
Sinfonias...
E na tua face, essência de flores, perfumes, desejos...
E seguistes caminho, dia-a-dia, na sombra de mim estás.
Nesse encanto e para vida inteira.
És a cena, os protagonistas, cenários de amar.
Sei que passarás nos oceanos que projetei
 para te ver passar.
Ir cada vez mais para dentro de mim.
Nilson Ericeira
Robrielle


ARARI REALIZA CONFERÊNCIA DA CIDADE


Hoje, dia 30 de maio, aconteceu em Arari, a "3º Conferência da Cidade", sendo que faz parte das Conferencias Municipais das Cidades que já está na sua 5º edição.
A solenidade de abertura foi feita pelo prefeito Djalma Melo e contou com a presença de todos os secretários municipais, líderes comunitários e com elevado público que lotou o auditório da Casa do Professor.
Djalma declarou abertos os trabalhos da Conferência e destacou a importância da Conferência para o Município de Arari. Ressaltou que Arari precisa crescer de forma organizada e com a participação de todos. "Assim que todos nós queremos, com a participação de todos, ajudando a resolver os problemas do Município", concluiu o prefeito.
O coordenador da Co nferência Jorcey Ribeiro, que também é Secretário Municipal de Meio Ambiente, também foi enfático em relação à importância desse evento em Arari, que, segundo ele, há a necessidade do envolvimento das pessoas que moram no município no sentido de que a cidade cresça, mas de forma ordenada e respeitando o ambiente urbano.

29/05/2013

Você chegou, vivi. Você se foi, morri.



Assim que o dia amanheceu, entrou em meu coração.
Fez-me feliz, e num clarão irradiou amor.
Só naquele instante, senti-me único a ser tocado pelo amor.
E mais dias vivemos juntos mesmo que só no amor, mas isto me basta.
Viver no amor, para amar, viver!
E o tempo registrou tantas coisas, noites e dias.
Num tempo que só se completa com o nexo da vida.
Esse amor é vida, razões.
Assim que o dia anoiteceu, escuridão.
Você chegou, vivi.
Você se foi, morri.
Morreu em mim esperança.
E me alimentei em versos e prosas,
Sentidos da minha vida.
Vou procurar você noutro lugar,
Noutras pessoas, fazer de conta que é você...
Respiro e entro em mim,
Sonhei...
Nilson Ericeira
Robrielle